Como passar no vestibular estudando pouco?

Se você se interessou por esse texto esperando algum “hack” que vai fazer você ser aprovado no vestibular com pouco estudo e com pouca dedicação eu sinto muito em desapontá-lo: isso não existe. No entanto, se você quer descobrir um dos principais aprendizados do meu ano de vestibular, que me ajudou a ser aprovado, de primeira, em medicina na Federal e em Economia no INSPER, vamos nessa.

Comecemos, então, por uma “historinha”

Para comemorar o seu aniversário de 21 anos, Júlio, do BNE, e um grupo de amigos decidiram ir para Las Vegas, curtir um pouco e fugir da rotina cansativa de trabalho. Chegando lá, o grupo saiu para um tour a pé, a fim de conhecer a cidade, no qual Júlio reclamava insistentemente do calor por conta das altas temperaturas do deserto em que Las Vegas se encontra. O sol escaldante, juntamente à ausência completa de vento, proporcionavam uma sensação térmica de 30°C nada agradável. Já na hora de escolher a roupa para sair à noite, nosso protagonista, sem pensar duas vezes, colocou uma bermuda e uma camisa para não passar mais aquele calor… Grande erro, pois em Las Vegas a amplitude térmica é gigante, de forma que, durante a noite, a sensação térmica bateu os 10° e, totalmente despreparado, Júlio passou um frio tão forte quanto o calor da tarde. Algo que era pra ser uma experiência agradável virou um pesadelo por culpa dele: Júlio não procurou saber qual era o padrão de clima da cidade aonde ia. Assim, uma experiência que era para ser agradável virou um pesadelo.

Certo, e o que isso tem a ver com estudar menos para o vestibular? Da mesma forma que o clima em Las Vegas segue um padrão que tende a se repetir, bancas de vestibulares tendem a seguir também um padrão daquilo que cobram e você deve antecipar isso a fim de que o dia da sua prova seja uma experiência mais agradável e não um pesadelo (como a noite do nosso amigo Júlio). Seja INSPER, seja ENEM, seja FGV, seja qualquer um, antes de começar a estudar mesmo, tenha a resposta para 2 perguntas: quais assuntos são mais recorrentes nesse vestibular? Como eles são cobrados? Com essas respostas, a sua preparação vai girar em torno disso: você não vai despender o mesmo tempo e energia em um assunto que nunca foi cobrado, e em um assunto que está em todas as edições em boa quantidade. Claro, você deve estudar todos os assuntos do edital, mas sempre tendo bom senso, afinal, pensa comigo: Cristiano Ronaldo treina mais cobranças de falta ou de lateral? Ele sem dúvida sabe fazer os dois, mas qual dos dois ele precisará com mais recorrência? A lógica é essa.

Então, se a sua preparação seguir essa estratégia, eu garanto que ela será mais eficiente, economizando seu tempo e energia.

Você também pode gostar destes posts

O vestibular não é o fim do mundo, é o começo

Pode parecer que sim, mas o mundo não termina após o vestibular....

Inteligência emocional no pré-vestibular

Para ajudar no entendimento de quão fundamental é a inteligência emocional na...

Como funciona a prova do Insper?

Se você ainda não sabe como funciona a prova do vestibular do...

plugins premium WordPress

Estude na BNE

Garanta sua preparação com a MELHOR e MAIOR para FGV e Insper. Conheça já nossas turmas!