Não estudei nada, ainda dá para passar?

Chegando próximo ao período de provas e o questionamento de muitos alunos é “Não estudei nada, ainda dá para passar?”. Essa pergunta, no entanto, escancara 2 pontos que devem ser muito bem trabalhados ao longo de uma preparação para que ela seja bem-sucedida: o sentimento de arrependimento e a ansiedade.

Então vejamos cada um deles e, ao final desse artigo, você mesmo irá responder à pergunta inicial.

“Não estudei nada”. A primeira parte da pergunta mostra claramente um sentimento de arrependimento, afinal, nenhum aluno se sente confortável – ou pelo menos não deveria se sentir – em chegar sabendo que fez bem menos do que poderia ter feito ao longo dos meses de estudo. Esse aluno sabe que não prestou atenção às aulas, sabe que não dedicou tempo e energia suficientes aos estudos. Contudo, a verdade é que, realmente, isso, agora, não importa mais. Por mais culpado e arrependido que você se sinta, esse sentimento em si não trará benefício algum, então o primeiro passo é “se perdoar”. O passado já está escrito e não pode ser mudado, então para que se preocupar com isso?

Certo. Isso quer dizer que devemos olhar para o futuro? Talvez não. Veja bem.

“Será que eu vou passar?”. A segunda parte da pergunta, por sua vez, revela um pensamento ansioso. Ansiedade nada mais é do que você antecipar, na sua cabeça, algo que não aconteceu ainda. Quando você pensa lá na frente, no resultado final, você quer adiantar um resultado sobre o qual você não tem controle, aumentando seus níveis de stress psicológico. Ah, e não, você não tem controle, afinal, nem o mais preparado dos alunos tem certeza absoluta de que vai passar. Claro, você tem que ter um objetivo em mente lá no futuro, mas gastar seu tempo e energia tentando adivinhar se “você vai passar ou não” não irá te ajudar muito a de fato ser aprovado.

“Certo, não posso nem olhar para o passado, nem para o futuro, então para onde devo olhar?” – Bom, a resposta para isso é bem simples: para o presente. A única variável que você pode controlar, de toda a sua preparação, não é o que já foi feito, nem se você será aprovado ou não, mas sim o seu grau de dedicação no momento.

O que você está fazendo agora para alcançar o seu objetivo? Você está melhorando todos os dias? Você está fazendo aquilo a que se comprometeu? Você está se esforçando?

Não importa quando você começou, nem o que vai acontecer no dia da prova, afinal, nada disso você controla. Então, pare de perder tempo com essas coisas e foque no processo, pois essa é a única variável que depende de você e lembre-se: O melhor dia para começar foi ontem. O segundo é hoje.

Então, agora, você mesmo deve me dizer, ainda dá para passar? OBS.: Ah e se alguém te disser que que você não tem mais chance, lembre-se que o tempo vai andar de qualquer forma, então é melhor esperar sentado ou correndo atrás do seu objetivo?

Você também pode gostar destes posts

O que um maratonista tem a ver com a minha preparação?

Uma das questões mais frequentes entre os alunos é a quantidade de...

Como e quando começar a sua preparação para a segunda fase do INSPER?

Em minha trajetória de alguns anos como assessor percebi que uma das...

Como funciona o curso de administração  na FGV

Em produção…

plugins premium WordPress
Rolar para cima

Estude na BNE

Garanta sua preparação com a MELHOR e MAIOR para FGV e Insper. Conheça já nossas turmas!