Atividade física e o pré-vestibular

A célebre frase “Mens sana in corpore sano”, traduzida para “mente sã, em corpo são” atesta, desde o período romano, a importância da sinergia entre o desenvolvimento do corpo e da mente. Diversos alunos, no entanto, na transição para uma rotina mais intensa de estudos, abrem mão da atividade física, seja ela uma academia, uma corrida ou alguma arte marcial, colocando a culpa na falta de tempo. É compreensível que um aluno sinta a diferença na rotina nas primeiras semanas e pense que não será possível a manter a atividade física em sua rotina. Contudo, é importante que ele saiba que, muito mais do que um benefício à sua preparação, ele estará cometendo um grande erro, pois a atividade física, principalmente aquelas que o aluno realmente gosta de realizar, podem e devem ser aliadas a uma preparação de alto rendimento. Sendo assim, veja alguns pontos chave na relação entre atividade física e o pré-vestibular.

  1. Hábito angular: Praticar um exercício físico é um hábito bom que tende a trazer outros hábitos bons. Por exemplo, uma pessoa que começa a acertar na atividade física começará a querer acertar também na dieta, por exemplo. Por conseguinte, se ela já está com a saúde em dia, pode se interessar em colocar a vida estudantil em dia também, começando a prestar mais atenção nas aulas e a estudar mais.
  2. Fisiologicamente bom: Isso não é novidade, mas precisa ser dito: a atividade física é essencial para um bom funcionamento do corpo. Sendo assim, se exercitar irá ajudar você a ter mais disposição, a conseguir se concentrar mais e a sentir menos dores após longas horas de estudo/aulas, por exemplo.
  3. Alívio de Stress: A realização de atividades físicas proporciona uma liberação de endorfina, hormônio da alegria e bem-estar. Logo, como o pré-vestibular é um período geralmente acompanhado de bastante stress, correr, levantar pesos ou qualquer movimentação pode ser uma ótima forma de descarregar as energias e de se sentir bem com isso.
  4. Você pode mais – em tudo: Apesar de benéfica e prazerosa, a prática de esportes é também desafiadora, o que é muito bom! À medida que você se força a levantar 1 kg a mais na academia, a fazer mais 1 repetição ou a correr mais 1 km, você percebe que é sempre capaz de mais do que imaginava. Esse raciocínio pode se estender para o campo dos estudos também! Você verá que pode, sim, fazer 5 questões a mais, manter a constância nos debates, redações e arguições, ou estudar por mais 30 minutos.
  5. Preparação para os próximos capítulos: Uma forma interessante de se olhar para a realização de atividade física ao longo do pré-vestibular é encará-la como uma preparação para os “próximos capítulos da vida”. Se você não consegue manter uma prática regular de exercícios na preparação, você acha que conseguirá mantê-la quando estiver com muitas coisas do trabalho, com responsabilidades e deveres ainda maiores? Sendo assim, é melhor desenvolver esse hábito desde já, colocando a saúde como uma prioridade.

Com isso em mente, parar com a atividade física segue como uma alternativa possível para o aluno durante o ano de vestibular. Contudo, é importante que ele saiba que ao tomar essa decisão, ele não está destinando mais tempo e energia ao estudo, mas sim está retirando um fator que seria muito mais positivo do que negativo na sua preparação. Lembre-se “Mens sana in corpore sano”.

Você também pode gostar destes posts

Como incentivar meu filho a se preparar para o vestibular do Insper?

Nós do BNE conhecemos bem uma situação frequente que ocorre em muitas...

Como me preparar para a prova do insper

Se você chegou até aqui, provavelmente tem muito interesse em ser aprovado...

4 pilares para se dar bem na segunda fase Insper

A segunda fase do Insper é o que podemos chamar de divisor...

plugins premium WordPress

Estude na BNE

Garanta sua preparação com a MELHOR e MAIOR para FGV e Insper. Conheça já nossas turmas!